Rua Adalgisa Lima 323 | 201 - Cerqueira Lima - Itaúna | MG

(37) 3242-3962 jmaximo@jmaximo.com.br

ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA AS MPE´S EM TEMPOS DE COVID-19

lll

Agora, em um momento sem precedentes na história do Brasil e do mundo, estamos todos atravessando a mesma experiência, ao mesmo tempo, e por isso estamos todos no mesmo barco.

As Micro e Pequenas Empresas- MPE´s, nunca antes na história recente, ao menos nos últimos 70 anos, do mercado empresarial brasileiro foram “obrigadas a fechar suas operações por decreto”.

Então as ações de gestão precisam ser imediatas e efetivas, para a manutenção das empresas no mercado e, é mandatório definir uma estratégia para atravessar os percalços trazidos pela pandemia global do Covid-19. E neste contexto, indicamos uma via, um caminho para ampliar as opções de estratégias financeiras para as MPE´s, vamos lá!

  1. Vamos deixar claro: É preciso ter um mapa da situação: a dimensão total do desafio a ser vencido, desta forma o primeiro passo é planilhar todas as receitas e todas as despesas da empresa, no período dos próximos 90 dias, para definir as necessidades reais de capital da empresa, pelo período de receitas bloqueadas ou muito reduzidas;
  2. As despesas devem ser classificadas em: despesas fixas, que podem ser eliminadas e despesas que não podem ser eliminadas;
  3. As despesas fixas que puderem ser eliminadas com suspensão de cobrança, encerramento de contratos, demissões e ou outra forma de encerramento dos pagamentos, por mais dura ou difícil que seja, devem ser tomadas de imediato. Algumas empresas fornecedoras de serviços, já oferecem canais de negociação bem como, da postergação automáticas das cobranças, assim como o governo federal fez com os impostos do Simples Nacional, verifique estas possibilidades com todos os seus fornecedores.
  4. As despesas fixas que não podem ser eliminadas: você deve tratar cada uma delas como obrigações a serem negociadas com seus credores, eles dando abertura ou não para isso.

Estamos em um blackout de mercado, todos estão sujeitos às mesmas condições adversas, desta forma a melhor maneira é buscar negociar.  Chegar a consensos com cada credor é uma possibilidade que deve ser tentada, sem exceção, com todos os credores. Aluguéis, contadores, fornecedores de produtos e de serviços, exemplos: telefonia e internet, contratos de trabalho e salários de funcionários, todos devem ser tentados, respeitando se as leis e contratos estabelecidos e vigentes.

Mas todos os fornecedores têm intenção de reter seus clientes, e de não perder faturamento futuro, e por isso estas situações devem ser exploradas, buscando nas possibilidades de negociação, condições mais favoráveis às MPE´s.

  1. Prepare-se emocional e psicologicamente, para atravessar período longo de pressão operacional e financeira, nunca antes vividos, e por mais que uma conta atrase no seu pagamento, ou no seu recebimento, estamos atravessando tempos em que todas as empresas, clientes e fornecedores, devem se alinhar para sobreviver, buscar um equilíbrio de objetivos, através da negociação. Mas não se iluda, nem todos conseguirão ser atendidos como gostariam, o que vai gerar tensão entre as partes.
  1. Proteja o funcionamento da sua empresa, priorizando os pagamentos de fornecedores de produtos e serviços que podem vir a paralisar mais ainda, ou criticamente seu negócio, são os mesmos aqueles dos tempos tempos normais.

Esperamos que o mercado volte o mais rápido à sua normalidade , mas pelas projeções de especialistas em epidemias, uma visão otimista é para 60 dias para o fim de isolamento social, e retomada dos negócios, a visão pessimista 90 dias no mínimo.

Vamos seguir, firmes e focados, determinados no sucesso de nossos negócios, mas respeitando a vida e o próximo, todos somos humanos, por isso empresários, fornecedores, clientes e toda a sociedade, são pessoas que devemos respeitar, e que também devem nos respeitar.

Desejo a todos, força, e a luz da compreensão, desejando em minha fé fazermos deste nosso mundo louco, um lugar melhor para todos!

 

Júlio Máximo

  • JÚLIO MÁXIMO, Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching – SBC, Administrador pela PUC MINAS, MBA em Logística Empresarial pela FGV, Pós-graduado em Estratégias Nacionais pela ESG – Escola Superior de Guerra, Mestre em Gestão da Inovação e Competitividade pela UNIPEL. Professor com capacitação em Inovação & Empreendedorismo pela Babson College, Boston/USA, Inovação criativa pela Coventry University Coventry- UK. Consultor e palestrante no SEBRAE – MG, FIEMG, FUNDAÇÃO DOM CABRAL e SENAC. Professor nos cursos de pós-graduação do SENAC, UNA, FGV, IBMEC, PUC MINAS entre outras instituições. Sócio fundador, Diretor técnico e consultor da JMÁXIMO CONSULTORIA EMPRESARIAL. Pesquisador em Gestão Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>